top of page

Relatório Nacional de Transparência Salarial e de Critérios Remuneratórios - Dados Marisa


Os Ministérios do Trabalho e Emprego (MTE) e das Mulheres apresentaram no início desta semana os dados do 1º Relatório Nacional de Transparência Salarial e de Critérios Remuneratórios. O levantamento considerou empresas com 100 ou mais funcionários.

 A Nossa Marisa participou do estudo por meio do envio de dados do Escritório Central (EC) e do Centro de Distribuição (CD) de Itaquaquecetuba. As lojas da Marisa não se enquadram no critério de compartilhamento de dados de seus funcionários por não ultrapassarem a marca de 100 contratados por CNPJ. As informações enviadas pela Marisa ao governo federal consideram os dados reportados pelos próprios colaboradores ao ingressarem na companhia, além de outros dados já fornecidos pela empresa por meio da plataforma eSocial. 


Dados Escritório Central


No EC, o estudo identificou que 63,6% do total de colaboradores é composto por mulheres e 36,4% homens. Na população feminina, 46,4% são mulheres não negras e 17,3% mulheres negras. Entre os homens, 24,1% são pessoas não negras e 12,2% pessoas negras.


Na questão salarial, o salário contratual mediano para mulheres é equivalente a 97,3% do valor contratual mediano para homens. Já a remuneração média das mulheres (incluindo descontos e acréscimos como hora extra, bônus, variável, entre outros) equivale a 98,3% da remuneração média dos homens.


Dados Centro de Distribuição


No CD, o estudo identificou que 46,3% do total de colaboradores é composto por mulheres e 53,7% homens. Na população feminina, 33,7% são mulheres negras e 12,6% mulheres não negras. Entre os homens, 42,3% são pessoas negras e 11,4% pessoas não negras.


Na questão salarial, o salário contratual mediano para mulheres é equivalente a 100% do valor contratual mediano para homens, ou seja, não há diferença. Já a remuneração média das mulheres (incluindo descontos e acréscimos como hora extra, bônus, variável, entre outros) equivale a 63,3% da remuneração média dos homens. Nesse último caso, a diferença pode ser explicada, por exemplo, pela maior realização de horas extras por homens do que por mulheres no CD.


Diversidade e Inclusão na Marisa


A Nossa Marisa tem Diversidade e Inclusão como tema prioritário e planeja utilizar os dados do 1º Relatório Nacional de Transparência Salarial e de Critérios Remuneratórios para nortear ações que possam ajudar a promover igualdade salarial e de remuneração para mulheres negras e não negras na companhia.


Recentemente, foram criados grupos de afinidade para a promoção de Diversidade e Inclusão na Marisa. Os grupos são constituídos por colaboradores de lojas, EC, e CD e focam nas temáticas de gênero, raça, gerações, pessoas com deficiência e comunidade LGBTQIA+.


Além dos dados do 1º Relatório Nacional de Transparência Salarial e de Critérios Remuneratórios, a área de Sustentabilidade da Marisa também tem no planejamento de 2024 a realização de um novo Censo de Diversidade e Inclusão que vai abranger todos os colaboradores da Marisa.

Comentários


bottom of page